31.8.15

10 anos de last.fm



Eu gostaria de ter uns rankings desses da vida toda, mas infelizmente não existia internet em 1977. Ainda assim, 10 anos é bastante tempo e eu considero um privilégio poder listar os artistas, as músicas e os álbuns que mais ouvi nesse período com uma margem de erro insignificante. Quem eu fui, o que eu fiz e principalmente o que eu senti na última década estão aqui e isso é lindo.

28.8.15

Mad Men - Sexta Temporada

(2013, de Matthew Weiner)


★★★★★

Leia sobre a temporada anterior aqui.
Atenção: o texto abaixo pode conter spoilers.

Uma temporada sobre parcerias, duplas e fusões que, ou não funcionam direito, ou são simplesmente de fachada. Quer dizer, Don Draper (Jon Hamm) arrumou um amigo com quem desabafar fora do trabalho, um médico vizinho. Mas não demora muito pra descobrirmos que ele está na verdade pegando a mulher do tal amigo. O campeão voltou: Don Draper não aguentou muito tempo sendo fiel.

10.8.15

Wet Hot American Summer - First Day of Camp - Primeira Temporada

(2015, de Michael Showalter e David Wain)


★★★★

"Mais um Verão Americano" é uma comédia idiota de 2001 que não fez muito barulho no lançamento mas se tornou cult com o passar do tempo, principalmente graças ao elenco que aos poucos foi se tornando estelar: Paul Rudd, Bradley Cooper, Amy Poehler, Elizabeth Banks, Janeane Garofalo. E também porque, apesar de completamente idiota, o filme era incrível. Uma paródia aos filmes de acampamento de verão dos anos 80, essa verdadeira instituição americana, com atores visivelmente mais velhos interpretando adolescentes bobalhões com peruas ridículas e figurinos apertados na pança. Uma linda e cretina homenagem àquela década cafona, coisa que tanta gente andou tentando fazer sem sucesso nos últimos anos. Uma espécie de Chaves da Sessão da Tarde.

4.8.15

BoJack Horseman - Segunda Temporada

(2015, de Raphael Bob-Waksberg)


★★★★

Leia sobre a primeira temporada aqui.

BoJack (voz de Will Arnett) encontrou o caminho da luz, descobriu o poder da meditação e das boas vibrações. BoJack agora fala namastê e realizou seu grande sonho: interpretar o ídolo Secretariat em um filme de Hollywoo. Claro que essa paz toda não dura muito, porque os demônios internos do nosso protagonista são muito mais fortes que qualquer CD de autoajuda. Os flashbacks de sua infância traumática comprovam: BoJack Horseman nunca vai conseguir ser feliz.

28.7.15

Arrested Development - Segunda Temporada

(2004-2005, de Mitchell Hurwitz)


★★★★

Leia sobre a primeira temporada aqui.

Uma segunda temporada mais surtada e ainda mais caótica que a primeira, cheia de momentos antológicos como a entrada de Tobias (David Cross) para o Blue Men Group – o imbecil acha que se trata de um grupo de autoajuda para homens tristes – ou Buster (Tony Hale) tendo a mão comida por uma foca. E o que dizer de todo o arco de Maeby (Alia Shawkat) arrumando emprego na indústria cinematográfica, que culmina no lançamento de um filme sobre dois primos que se amam, versão hollywoodiana de um ousado filme francês? Como lidar com isso, George-Michael (Michael Cera)?

8.7.15

Penny Dreadful - Segunda Temporada

(2015, de John Logan)


★★★★

Leia sobre a primeira temporada aqui.
Atenção: o texto abaixo pode conter spoilers.

A primeira temporada de "Penny Dreadful" enfrentou uma certa crise de identidade ao abordar ícones da literatura de terror. Ia da reverência exagerada que acabava ofuscando seus personagens originais (principalmente a Vanessa Ives de Eva Green) ao completo desleixo, como a morte imbecil do lendário caçador de vampiros Van Helsing. Era preciso escolher um lado ou encontrar algum equilíbrio para que a coisa fluísse melhor.

16.6.15

Game of Thrones - Quinta Temporada

(2015, de David Benioff e D.B. Weiss)


★★★

Leia sobre a temporada anterior aqui.
Atenção: o texto abaixo pode conter spoilers de todas as temporadas. Leia por sua própria conta e risco.

Obras de fantasia costumam derrapar quando se aproximam demais do mundo real, balançando a estrutura da suspensão de descrença até então estabelecida. Por exemplo: o principal problema da nova trilogia de "Star Wars" não é exatamente o Jar Jar Binks, mas sim toda aquela trama política sobre embargos comerciais e o posicionamento da ação em megalópoles superpovoadas e ultramodernas que simplesmente não se encaixam naquele universo de guerreiros minimalistas que aprendemos a admirar. Fica difícil aceitar que uma civilização tão avançada tenha dependido de meia dúzia de ewoks pra se libertar das garras de um governo opressor.

4.5.15

Demolidor - Primeira Temporada

("Daredevil", 2015, de Drew Goddard)


★★★

O Demolidor é um dos personagens mais bacanas da Marvel apesar daquele filme com o Ben Affleck. Ele é advogado, ele faz justiça com as próprias mãos. Assim como a justiça, ele é cego. Ele não tem necessariamente superpoderes, mas uma deficiência turbinada por sentidos mais aguçados que o normal. Ele não está envolvido em batalhas intergalácticas para salvar o universo, ele só quer limpar a criminalidade de Hell's Kitchen, a região de Nova York que ele chama de lar. Ele é muito mais herói da vizinhança que o Homem-Aranha. Ele é meio ninja. Ele usa roupa de diabo.

28.4.15

Mad Men - Quinta Temporada

(2012, de Matthew Weiner)


★★★★★

Leia sobre a temporada anterior aqui.

A quinta temporada de "Mad Men", a mais brilhante até aqui, começa na agência Y&R com um monte de publicitários engraçadinhos jogando água em um protesto de negros pelos direitos civis. Uma forma brilhante de mostrar que, nos anos 60, os EUA estavam pegando fogo, mas a publicidade não participava daquele admirável mundo novo. Como sempre, meus colegas estavam fechados no seu mundinho particular, olhando pro umbigo e demorando pra assimilar o momento.

19.4.15

Unbreakable Kimmy Schmidt - Primeira Temporada

(2015, de Robert Carlock e Tina Fey)


★★★

Numa cidadezinha do interior da América, a ingênua Kimmy Schmidt (Ellie Kemper) e outras três seguidoras de um pastor charlatão passam 15 anos presas num bunker esperando o apocalipse. O fim dos tempos não vem, elas acabam sendo libertadas e, ao conhecer Nova York em uma entrevista pra TV, Kimmy resolve começar uma nova vida em Manhattan.